Algumas dúvidas surgiram com as novas mudanças na certificação ISO 9001, mas não se preocupe. Nós temos a missão de explicá-las e descomplicá-las para você. Mais do que isso, fornecemos dicas de como obter ou realizar a migração para a certificação ISO 9001 versão 2015. Como principais objetivos dessas mudanças, podemos destacar os novos requisitos exigidos que visam aumentar o comprometimento dedicado pelos gestores e a padronizar ainda mais a gestão estratégica.

Na gestão da qualidade, a nova versão ISO 9001 exige maior e melhor detalhamento do mapeamento dos processos para ampliar o entendimento do contexto organizacional. Isso ajuda na implementação das mudanças com maior grau de sucesso e redução dos riscos envolvidos. Essa exigência também se aplica a extensão do controle dos fornecedores e processos terceirizados. A certificação ISO 9001 versão 2015 vai além da gestão da qualidade. Se torna uma importante ferramenta para gestão do negócio entregando estratégias inovadoras a empresa. Veja como obter!

1. Gestão estratégica

Comece por identificar e registrar as forças do mercado, o potencial da indústria e os pontos fortes da sua empresa internamente. Para essa tarefa, recomendamos o uso de algumas ferramentas como a análise SWOT (Strenght, Weaknesses, opportunities, threats) e o Canvas para compreender o contexto da organização com maior grau de exatidão e adequar melhor os processos da empresa as práticas exigidas pela normatização. Quanto melhor for a compreensão do contexto organizacional maior será a chance de conhecer e controlar os riscos, melhorar o aproveitamento das oportunidades e implementar a certificação ISO 9001 versão 2015 com sucesso. Existem outras ferramentas que também podem ser utilizadas para isso, mas diante de tantas opções o trabalho poderia ficar mais cansativo e não gerar um resultado tão satisfatório.

2. Mapeamento dos processos

Como o detalhamento das atividades não era tão rígido, apenas a sua descrição era suficiente. Agora, com a nova versão da ISO 9001, o detalhamento é mais profundo e exige uma mudança no diagrama. Além de descrever as atividades exercidas, deve-se também apontar qual foi o processo anterior para saber o que se pretende com o próximo, entradas do novo processo, quais atividades são importantes nesse novo processo, quais são as saídas ou finalizações esperadas e qual será o processo seguinte. Esse tipo de detalhamento permitirá linkar a saída de um processo com a entrada de outro criando uma conexão entre eles.

3. Planejamento de implementação das mudanças

Outra questão importante nessa nova versão da ISO 9001 é que, além da exigência de identificação e análise de riscos e oportunidades, um plano de ação deve ser desenvolvido para eliminar ou reduzir os riscos e ampliar a capacidade de aproveitamento das oportunidades que envolvem o processo. Também é uma forma de blindar ainda mais o negócio e aumentar a sua longevidade. Resumindo, enquanto a versão atual foca mais na identificação dos riscos e oportunidades, a nova versão se volta para a elaboração de um plano de neutralização desses fatores de risco.

4. Gestão de mudanças

Toda mudança deve ser gerida com cautela e a dica aqui é descrever as mudanças necessárias para a implementação da ISO 9001 considerando os riscos. Volte na planilha ou documento de planejamento e desenvolva um plano de ação para gerir as mudanças com grau de risco reduzido. Todas essas informações documentadas servirão como registro e demonstrarão o know how obtido e praticado pela empresa na hora de comprovar a adequação de seus processos.

Para dar uma forcinha, disponibilizamos os documentos estruturados para você iniciar o seu planejamento e adequar os processos da empresa para a obtenção da certificação ISO 9001 versão 2015. Lembrando que todo esse planejamento e implementação podem ser feitos de maneira mais adequada e rápida ao contar com a parceria de uma empresa que realmente entende do assunto. Assim você diminui as chances de equívocos ou falhas e aumenta o know how obtido.

Ainda, se você já possui a certificação, a migração para a nova versão deve ser feita em até três anos após a sua publicação. Para quem ainda busca se certificar, poderá obter a versão ISO 9001 2008 até março de 2017. No entanto, é mais indicado obter a versão 2015, caso tenha sido publicada oficialmente.

E você, como pretende adequar os processos da empresa a nova versão da ISO 9001? Conte para nós


Leave a Reply

Your email address will not be published.